sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Trovas de Fernando Teófilo

O amor é uma fantasia
comparada ao carnaval.
Enquanto dura a alegria,
não se pensa no final...

O crepúsculo da vida
nos traz recordação mesta
da última despedida,
que outrora foi tanta festa...

Consultar o coração
é como beber saudade...
Pro Brasil ser campeão,
importa é bola na rede...

É tanto acorde perfeito
no teu corpo violão,
que pra tocá-los com jeito,
preciso ter muita mão...

Na guerra, como no amor,
onde a vitória se augura,
de tudo vale dispor,
até mesmo da loucura...

Loucuras da mocidade,
fiz tantas que até cansei.
Não as fiz por vaidade,
mas pelo muito que amei...

Se o amor é sempre loucura,
não consigo compreender
por que tanto amor perdura
além da vida de um ser?...

Meu pai foi como uma luz,
na escuridão que vivi,
a mão que os cegos conduz,
que, infelizmente, não vi...

Hei de amar-te, eternamente,
além desse mundo louco,
que a Morte não tolhe a gente,
só retarda o amor um pouco...

Não tente educar alguém
que não tenha jeito terso,
pois não se molda ninguém:
educação vem do berço...

Qual a mais bela estação,
se elas são tão desiguais?...
Depende da ocasião,
ou da licença dos ais...

Recebi louros, na vida,
fui muito feliz, embora,
somente uma despedida
fez sombra da minha aurora...

As sombras do meu caminho,
de muito longe, avistei,
que a vida não plantou pinho
nos charcos por onde andei...

A velhice vem chegando,
apontando a Solidão.
E o peito, cambaleando,
não desgruda da Ilusão...

Meu caminhão encantado
com as curvas dos teus quadris,
subiu ladeira "afogado",
e desceu pedindo bis...

Ao tempo em que vou vivendo
por esta terra-de-cães,
não alcanço, não entendo
por que fenecem as mães?...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Trovas de Fernando Teófilo

Mulher que fuma parece,
tal cheiro que a pele tem,
para quem não a conhece,
ser um foguista de trem...

Meu amor, minha querida,
dou-te esta prenda singela,
só não te dou minha vida,
porque gosto muito dela...

Maomé, Buda, Jesus...
E o obtuso persiste
buscando uma falsa luz,
num raio que não existe...

Nesta vida, eu só queria
duas coisas, de verdade:
viver...  com sabedoria,
morrer...  com dignidade...

Ninguém vive mais feliz
do que o imbecil, de nascença:
jamais entende o que diz,
e tudo o que diz...  não pensa...

Não mandes carta, querida,
que a beleza que ela trás,
só multiplica a saudade
do amor que não volta mais...

No céu, no mar, ou na estrada,
não há ternura maior,
do que quando minha amada
diz um verso meu de cor...

Na gaiola, o passarinho
canta tanto, e ninguém diz
que, solto, voltava ao ninho,
e seria mais feliz...

Não sei se a saudade mata,
mas sei que, o peito, corrói,
se um tempo tão bom retrata,
então, por que, tanto, dói?...

Não queiras, meiga criança,
amar-me...  é tempo perdido,
que os pêlos que tens na trança,
tenho em tempo percorrido...

No meu semblante engelhado,
cada ruga é uma avenida,
onde os sonhos do passado
guardaram o melhor da vida...

Na vida, nada é eterno,
nem alegrias, nem ais,
até no sonho superno
o sempre - é tempo demais...

Numa noite mal dormida,
você pode aproveitar
para repassar a vida,
e ver se aprende a jogar...

Não hei de chorar...  espero...
Se a vida deixar-me a esmo,
que a coisa que jamais quero
é ter pena de mim mesmo...

O homem pensa no amor
como um lindo sentimento,
a mulher, com despudor,
como um belo investimento...

O bom tempero do amor
que tantos vivem buscando,
é o beijo, o carinho, a flor,
e briga... de vez em quando...

O grito de independência
foi deslavada ilusão,
buscando na consciência,
só trocamos de patrão...

O adeus é como um dragão
com cabeças dos dois lados,
que deixa, ao fim da paixão,
dois corações machucados...

O amor traz pouca união
aos habitantes da Terra...
O que une qualquer nação,
mais do que o amor...  é a guerra...

O ouro que se acumula
em ímpios templos sem nome,
poderia ser a cura
dos que padecem de fome...

Minha vida é uma novela,
contém conflitante trama:
eu finjo que gosto dela,
ela finge que me ama...

Pequeno defeito, apenas,
nas mulheres posso achar:
falta, junto ao par de antenas,
um botão pra desligar...

Pelas janelas da mente,
desfilam paixões fatais:
esperanças vão à frente,
e os sonhos...  morrendo atrás...

Partida pode ser jogo,
ou qualquer coisa quebrada,
mas transforma o peito em fogo,
quando é viagem forçada...

Proíbem soltar balão,
mas quando sobem e os fito,
tiro-lhes toda a razão.
Como balão é bonito!...

Para conquistar mulheres,
dize tudo sem sentir...
Não importa o que disseres,
convences mais se mentir...

Quem, pela guerra, se ufana,
é de mente muito pobre,
fruto da maldade humana,
guerra...  nada tem de nobre...

Quem inventou a gravata
era "bicha" convencida,
tinha ânsias de ser "gata",
ou instinto suicida...

Quem não consegue lembrar
loucuras da mocidade,
ou viveu a vegetar,
ou morreu em tenra idade...

Quando se descobre o véu
do falso credo hodierno:
o Rei - fugiu para o céu,
e o Príncipe está no inferno...

Quem não leva, na partilha,
para si, a melhor parte,
ou não leu bem a cartilha,
ou nada entende de arte...

Quando a jornada termina,
digo sem hesitação
que além da terra por cima,
o resto é especulação...

Quão mais velho eu estiver,
minha infância não tem fim...
Tem sempre alguma mulher
tomando conta de mim...

Sou trovador das alcovas
e, como bom trovador,
dentre beijos, faço trovas,
dentre trovas, faço amor...

Se a minha Esperança dorme
e o Sonho me vai fugindo,
vem outra Esperança enorme,
e acorda a que está dormindo...

Sou pequeno trovador
que veio lá do sertão,
fazendo trovas de amor
com lascas do coração...

Se implantassem no Planalto
as Normas de Talião,
ver-se-ia lá no alto
muito larápio sem mão...

Tive amores tão iguais,
que os pondo numa balança,
a diferença que faz
é o volume da aliança...

Ter um casebre na praia,
um amor e uma jangada,
olhando o sol que desmaia,
é tudo...  e parece nada...

Tenho saudade de tudo
de bom que, em vida, passei...
Sinto mais falta, contudo,
do beijo que, jamais, dei...

Velhice não é defeito...
É só um jeito chinfrim
de o Tempo dizer ao peito
que as férias estão no fim...

Velhice não é tristeza,
é o riso com muitos anos,
é o descansar da Beleza
nas rugas dos desenganos...

Zeus, ou Buda, ou qualquer deus
são só invenções de mentes
de patuscos fariseus
que vivem sonhos dementes...

Se me foi legado o dom
de amenizar teu fracasso,
não o faço por ser Maçom,
mas sou Maçom, porque faço...

Trovas de Fernando Teófilo

A saudade me namora...
Invade tanto os meus ais,
que quando uma vai embora,
vem outra correndo atrás...

A timidez, na mulher,
é fingida e muito louca...
Por um pintinho qualquer,
vai logo tirando a roupa...

A minha ilusão perdida
tentei vendê-la, porém
ilusão é como a vida,
ninguém compra de ninguém...

As letras mais inspiradas
das melodias que fiz
são feitas nas madrugadas
em que penso ser feliz...

A confiança é o celeiro
que a falsidade é porteira,
quanto amigo verdadeiro
nos lança a pedra primeira?...

A certeza que parece
fazer parte da oração,
muita vez desaparece,
se na mesa falta pão...

A vida se fez demente,
traumatizante demais:
quando sigo um passo à frente,
volto quatro ou cinco atrás...

A velhice se avalia
pelo tempo percorrido,
melhor, pensar que seria
um prêmio por ter vivido...

Antagônicos iguais
falam da ilusão perdida:
o sempre - do nunca mais;
o nunca - de toda a vida...

Corri atrás do destino,
montando as asas do Vento,
para amar, faltou-me tino,
pra ser amado... talento...

Cumprimento do dever
é desculpa muito forte,
pra quem mata por prazer,
e ainda zomba da morte...

Dinheiro - vil fantasia,
mola-mestra do prazer,
compra um bem, compra alegria,
porém não compra o saber...

De tudo aprendi na vida,
e quanto mais vou vivendo,
em cada estrada, escondida,
descubro a vida aprendendo...

Das ilusões, a mais bela,
desejo, como fanal,
saber que qualquer janela
dá vista pro teu quintal...

De que me serve ter louros
e prêmios do mundo afora,
se a dona dos meus tesouros
jogou os meus sonhos fora?...

Detalhe é aquela tensão
em que a mulher mais se anima,
e o "cara" esquece a oração:
não reza...  nem sai de cima...

Deus - ilusão que reprime
e nos dá o que pensar.
Fica triste, embora rime,
se, na frente, pôe-se o "A"...

Dentre as belezas da vida
estão: os sonhos, o apreço,
a fortuna perseguida,
e o namoro...  no começo...

Das lembranças de meu pai,
tenho tantas...  Quem não tem?
É saudade que não vai,
é presença que não vem...

Em três coisas eu falhei:
não fui feliz só por medo,
não disse a quem tanto amei,
a terceira...  é meu segredo...

Entre o que penso e o que digo,
contradigo-me bastante:
jurando ser teu amigo,
sonhando ser teu amante...

Eu amo tua mulher,
tu amas uma vizinha,
que adora um gajo qualquer,
que gosta de outra galinha...

Existe uma diferença
de dúbia visão e escala:
o homem fala o que pensa,
mulher não pensa...  só fala...

É melhor viver cantando,
se a cigarra assim o quis,
do que viver trabalhando,
sem tempo pra ser feliz...

Essa tua indiferença,
com palmatória na mão,
que me levou à descrença,
outrora, já foi paixão...

Fui amante, fui amado,
fui herege, fui asceta,
deixei tudo no passado,
mas quero morrer... Poeta...

Falam de deus por aí,
do seu saber e nobreza,
mas, pelo tanto que vi,
deus é cria da pobreza...

Falar dos outros à-toa
é maldade, ou é doença,
fale de mim numa boa,
mas fale em minha presença...

Fumantes são assassinos
que, por insano prazer,
defumam, além de intestinos,
sensações do próprio ser...

Furou-se a minha canoa...
Começando a naufragar,
lembrei-me que a vida é boa,
também...  que não sei nadar...

Fui poeta, trovador,
naveguei terras distantes,
mas encontrei mais amor
nas alcovas das bacantes...

Humildade e timidez
são formas de fingimento:
humilde é quem nada fez...
O tímido é só mais lento...

Heróis são tolos armados,
despidos de alma e razão,
que ostentam louros manchados
de sangue do próprio irmão...

Inesquecível momento
que me tocou, foi o dia
que festejei, belo tento,
minha aposentadoria...

Jamais imites, meu filho,
quem, numa atitude vã,
diante de um empecilho,
espera pelo amanhã...

Mandei-te a carta mais linda,
contando o amor que nasceu...
Ou tu não a leste ainda,
ou riu de mim, quando leu...

Meu desejo, inconsciente,
é ver o Amor, descuidado,
jogando no meu presente,
ternuras do meu passado...

Minha meta é ver meu verso
percorrer qualquer estrada,
ser lido pelo universo,
cantado por minha amada...

Magia, em perfeita messe,
que em nosso amor se insinua,
é ver, em forma de prece,
minh'alma beijando a tua...

REFLEXÕES

1 - Qualquer um pode mudar o próprio destino. O difícil é ter coragem de fazê-lo...
2 - Não é o vício do terço que fará um mundo terso!...
3 - O Poeta é um Sonho que pensa...
4 - A esperança é o alento dos fracassados...
5 - Todo o mundo é um camaleão, muda de cor conforme a ocasião...
6 - As mulheres só têm um pequeno defeito: falta um botão para desligar...
7 - Eu quero é ser feliz!...  E não, viver fingindo como todo o mundo!...
8 - Tantos amam a hipocrisia porque a sinceridade assusta e, muitas vezes, dói...
9 - Todos os animais, inclusive o homem, poderiam ser classificados em apenas duas espécies: DOMINANTES E DOMINADOS...
10 - Deus é o Papai Noel dos "adultos"...
11 - Crer é não pensar.  Aquele que crê abdica do exercício de pensar, troca o raciocínio por uma ilusão cômoda e provedora, elegendo deuses como: pedras, astros, estrelas, rios, montanhas, animais, homens, mulheres, etc., para compensar sua covardia, medos e traumas...
12 - Os Juízes são cegos como a Justiça.  Por isso, vence qualquer lide, aquele que melhor mente...
13 - Para se construir um Sonho, muita vez é necessário destruir outro já pronto.  Caso contrário, o máximo que poderemos obter será um Sonho Remendado...
14 - Quando o homem não necessitar de religião nem de leis para viver em paz, então será um ser evoluído...

Aviltante dédalo - Fernando Teófilo

Por aviltante dédalo perdi-me...
Nas convenções, nas normas imbecis,
noutros comandos que lhes são mais vís,
na hipocrisia que não se redime...
Na sociedade que nos, tanto, oprime,
por realizarmos o que sempre quis,
na frustração que a faz mais infeliz,
aperta o cerco com venal regime...
No labirinto, sem lograr saída,
fiz meu castelo e vou moendo a vida,
vendo esse filme de vexante enredo...
Preso, nao posso libertar meu grito,
mesmo soltanto as asas no infinito,
nao gritaria...  porque sinto medo...
A santíssima trindade
de que sou bom escudeiro
são, isentas de vaidade:
mulher, cachaça e dinheiro...

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Não sigo a deus nem pastor,
que não sou cabra ou carneiro,
só coloco em meu andor
mulher, cachaça e dinheiro...